Piso tátil em rampa de acessibilidade

Rampa de acessibilidade

O piso tátil tem se tornado uma grande ferramenta quando falamos de acessibilidade e integração de pessoas com deficiência física ou visual. Sua utilização é obrigatória em alguns casos, atualmente nós podemos observar um verdadeiro cuidado com a sua integração em um ambiente.

Na rampa de acessibilidade é fundamental seguir a legislação do seu estado específico para que bons resultados sejam alcançados. Você pode consultar a Norma Brasilireira ABNT NBR-9050 aqui. Infelizmente, muitas companhias não dão valor para essas leis, que, para muitos, podem ser vistas como um exagero.

Contudo, é preciso observar que deficientes visuais e deficientes físicos, por exemplo, dependem desse tipo de material para conseguir se locomover com facilidade e segurança por um local desconhecido.

A má utilização do piso tátil (como o equívoco da utilização do piso de alerta e do piso direcional) pode confundir e até mesmo impedir que um indivíduo consiga chegar ao seu destino, dependendo da ocasião.

No post de hoje nós falaremos sobre alguns principais pontos que você deve se atentar quando falamos do Piso Tátil em rampa de acessibilidade! Pronto para saber mais a respeito? Continue sua leitura! 

 

A utilização do piso tátil de alerta em rampas e escadas 

O Piso Tátil de alerta se tornou obrigatório em escadas, esteiras rolantes, rampas fixas (com inclinação igual ou maior que 5%) e em degraus isolados. No caso específico das rampas de acessibilidade, esse piso não deve estar afastado do início do declive, enquanto que no final do aclive, pode haver um pequeno afastamento do fim da sinalização que deve obedecer o limite de 25 centímetros (ou 0,25m) estipulados pela lei.

Rampas com inclinações menores a 5% não precisam ser sinalizadas, ficando por conta exclusiva do proprietário do imóvel essa opção ou não.

A orientação em escadas com o piso tátil de alerta continua a mesma de alguns anos atrás. No patamar inferior e superior — antes do início e no término da subida — devem haver a sinalização de alerta.

No caso da adição de trechos (vulgos “lances” de escada), deve ser incluída a sinalização em cada ponto de “pausa”. Isso quer dizer que a cada patamar intermediário, devem ser incluídos um par de sinalização com o piso de alerta.

Isso garante que deficientes consigam saber com mais facilidade os pontos de início e término de áreas irregulares. 

A utilização do piso tátil direcional em rampas e escadas

Agora, o nosso ponto de atenção são os pisos direcionais, que também devem ser incluídos em algumas ocasiões, tanto em rampas de acesso quanto em escadas.

Para facilitar a explicação, saiba que em toda ocasião que um piso tátil direcional estiver levando um indivíduo para um percurso que envolvam escadas ou rampas, essa sinalização deve continuar.

Entre os lances de escada ou de rampa, os piso direcional deve continuar sinalizando todo trajeto. Em especial quando as rampas ou os patamares tiverem um comprimento maior que 2,10 metros.

Para as rampas de acesso e para as escadas que apresentam largura maior que 2,4 metros, o piso direcional deve seguir para cada corrimão lateral, auxiliando que uma pessoa consiga se encontrar em um ponto de segurança sem nenhuma dificuldade.

Se o corrimão não for contínuo, o ideal é que haja um direcionamento para um corrimão central. Em torno desse corrimão, devem haver mais sinalizações para situar o indivíduo do local em que ele se encontra. 

Não deixe a acessibilidade se tornar um ponto secundário em suas instalações

Essas legislações podem parecer de pequena importância, mas saiba que existem pessoas que dependem desses pisos para conseguirem ter segurança e liberdade para se movimentar.

Mesmo que essas pessoas façam parte de uma pequena parcela, saiba que a integração desses indivíduos na sociedade é um papel de todos nós.

Não se esqueça de que todos nós também estamos sujeitos a passar por algum tipo de acidente ou por alguma questão desagradável durante o dia, e essas sinalizações podem em última instância garantir sua segurança.

Crianças, idosos e gestantes podem evitar quedas graves e outros problemas de locomoção, com a simples instalação do piso tátil. Deficientes visuais e deficientes físicos também podem evitar grandes acidentes.

No caso do descumprimento de algumas dessas normas podem haver multas e outras questões legais. Obviamente, essas sanções variam de acordo com o seu estado, e no geral, há a necessidade de uma padronização nas cidades do Brasil para que todos os locais se tornem realmente acessíveis para toda a sociedade.

Não se esqueça que cada vez mais pessoas estão lutando pela acessibilidade, e se você for dono de um negócio, certamente alguns indivíduos serão capazes de perceber a sua preocupação extra com esses “pequenos” detalhes que fazem uma grande diferença para quem realmente precisa.

 

Esse foi o nosso post de hoje sobre o piso tátil em rampa de acessibilidade!

© Copyright 2020, Mosaicos Amazonas | Especialista em Ladrilho Hidráulico e Piso Tátil de Concreto